Concurso para Agente da Funase PE 2018 – Previsão




Banca Organizadora está em definição.

O novo concurso público da Funase/PE (Fundação de Atendimento Socioeducativo de Pernambuco) ainda não definiu a banca que ficará responsável por realizar a sua organização. O critério escolhido para esse processo é o de dispensa de licitação, cujas empresas tiveram até o dia 16 de abril para manifestar interesse mediante apresentação de propostas. Esse processo seletivo estima preencher 496 vagas para o cargo de Agente Socioeducativo, com contratação em regime temporário.

A expectativa, no momento, é de que a banca seja definida em breve, para que também possam ser definidas a data da publicação do edital, a abertura das inscrições e as demais fases. Segundo o edital da licitação, após 10 dias da assinatura de contrato com a banca, a minuta do edital deve ser enviada. Já a publicação do edital deve ser realizado após 5 dias de aprovação da minuta.


Confira a seguir mais informações sobre o concurso público para Agente Socioeducativo da Funase/PE.

Concurso público da Funase/PE

O único requisito exigido aos candidatos do cargo de Agente Socioeducativo é ter concluído o Ensino Médio. A remuneração inicial prevista para os Agentes é no valor de R$ 1.320,00, trabalhando em regime de plantão, isto é, escala 24×72, trabalhando por 24 horas e recebendo 72 horas de descanso.

Atribuições ao cargo de Agente Socioeducativo


São diversas as funções do servidor público em Agente Socioeducativo. Vale listar alguns deles, como:

  • atender os adolescentes internos das unidades de atendimento, conforme os direitos e deveres pautados nas orientações do ECA, de forma que possa assegurar a integridade física, moral e psicológica desses indivíduos;

  • realizar o acompanhamento desses adolescentes em consultas médicas, audiências, visitas domiciliares, entre outras;

  • acompanhar os adolescentes nas suas rotinas de educação, esporte e lazer, dentro e fora das unidades de atendimento;

  • nortear os jovens para o atendimentos de superiores nas unidades de atendimento, como técnicos, coordenadores e diretor (a), a fim de garantir seu bem-estar;

  • zelar pela disciplina dos adolescentes e de seus colegas, dentro da unidade, enquanto praticam suas atividades de rotina;

  • elaborar relatórios diários, nos livros de ocorrência, de forma que informe todas as situações vivenciadas e as medidas adotadas em relação ao comportamento dos jovens da unidade;

  • intermediar situações de conflito e tumultos dentro das unidades, a fim de evitar a violência física e/ou moral e garantir a segurança de todos os adolescentes;

  • seguir, de forma rigorosa, todos os prescritos pelas normas de segurança que a unidade estabelece para exercer suas atividades funcionais;

  • participar ativamente, oferecendo seu ponto de vista, das reuniões, de modo que possa visar a interação entre todos;

  • nos casos de emergência, prestar os primeiros socorros aos adolescentes, direcionando-os para o setor responsável ou acompanhando-os, como visto anteriormente, em consultas médicas;

  • contribuir com a elaboração do PIA (Plano Individual de Atendimento), quando forem solicitados pelas equipes multidisciplinares;

  • revistar os adolescentes, alojamentos e as outras dependências da unidade, a fim de coletar objetos ou substâncias proibidas no local;

  • participar de atividades de capacitação, treinamento, integração interdisciplinar, a fim de realizar o acompanhamento das ações tomadas; dentre outras atividades solicitadas pela Funase.

Sobre a Funase/PE

A Fundação de Atendimento Socioeducativo de Pernambuco é um órgão público que se responsabiliza pelo atendimento de crianças e adolescentes, em situação de vulnerabilidade social, que estão sob medida de restrição e/ou privação de liberdade.

É vinculada ao que antes era conhecida como FEBEM (Fundação do Bem Estar do Menor), que agora é chamada de Núcleo de Prevenção, que tem como objetivo prestar assistência ao menor infrator e abandonado, a fim de prestar serviços de reabilitação e reintegração à sociedade.

Felicia Lopes

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *