Banca Organizadora do Concurso da SEFAZ-RS 2018 – Seleção




Confira aqui mais detalhes sobre o novo concurso público do SEFAZ-RS 2018.

Para a realização de qualquer processo seletivo é necessário que se tenha diferentes fases bem organizadas para que a iniciativa ao seu término seja considerada um sucesso. No caso dos concursos públicos, isso não é diferente. Os órgãos costumam divulgar cada passo, desde o processo de abertura a publicação do edital para que os interessados acompanhem cada etapa da iniciativa. E um concurso que acaba de divulgar uma nova fase é o da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul, a Sefaz/RS. Segundo o órgão, o novo certame está em processo de escolha da banca organizadora do processo de contratação.

Informações já divulgadas a respeito do certame da Sefaz/RS

Como explicado anteriormente, o concurso já foi aprovado. Com isso, algumas informações já estão sendo divulgadas e confirmadas. Primeiramente, a expectativa é que sejam abertas novas 50 vagas para o cargo de auditor fiscal da Receita Estadual. Entretanto, ainda se pode aumentar o número de ofertas de emprego para outras funções como assistente administrativo fazendário e técnico tributário. Essas informações vão ser confirmadas posteriormente.


Para as pessoas interessadas no concurso de 2018 da Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul é necessário que esses indivíduos tenham formação superior em cursos como: administração de empresas, ciências jurídicas ou sociais, ciências econômicas e ciências contábeis. Outro dado divulgado se refere ao valor da remuneração para os aprovados que seria em torno de R$ 21.400,00.

É importante explicar que dados como carga horária, cidades em que as vagas vão ser distribuídas, validade do certame, requisitos para a inscrição, avaliações do processo seletivo, conteúdo programático das provas, benefícios, jornada de trabalho, recursos e outros pontos só vão ser conhecidos quando o documento oficial do concurso for divulgado. A expectativa é que assim que a escolha da banca acontecer, o edital seja publicado.

Como acontece a escolha de uma banca organizadora de um concurso público

No Brasil para que um concurso público possa ser realizado, inicialmente, ele deve ser aprovado pelo governo para que as contratações sejam de fato consideradas verídicas. Após esse passo, a instituição responsável começa a procura de uma banca organizadora. Essas empresas são encarregadas de criarem as provas dos concursos. Hoje no Brasil existem centenas de bancas organizadoras, algumas trabalham de modo mais específico atendendo a certos tipos de certames. Já outras possuem o perfil mais geral e conseguem se adaptar a qualquer tipo de concurso.


Outro ponto importante sobre a escolha das bancas organizadoras é que em muitos casos, as empresas costumam usar a mesma empresa para diferentes processos seletivos. Pois, a instituição que está contratando costuma criar um padrão e evita possíveis erros. Obviamente se tem o caso inverso, de organizações que para cada processo de admissão contrata uma banca diferente. Visto que, a empresa contratante acredita que aquela banca se encaixa melhor no tipo de processo seletivo que deseja realizar.

Sobre o último concurso público realizado pela Secretaria da Fazenda do estado do Rio Grande do Sul

O último certame realizado pela Sefaz/RS aconteceu no ano de 2014. Segundo o edital do último certame, na ocasião foram oferecidas 100 vagas também para a função de auditor fiscal da Receita Estadual. Das 100 oportunidades, 10 foram destinadas a candidatos portadores de necessidades especiais e 16 para candidatos negros. A carga horária era de 40 horas semanais.

Os inscritos foram submetidos a uma prova de múltipla escolha contendo 260 questões, esse total de perguntas foi dividido da seguinte forma:

-Bloco 01:

24 perguntas sobre língua portuguesa;

16 perguntas sobre matemática;

20 perguntas sobre direito empresarial, penal e civil;

40 perguntas sobre tecnologia da informação.

-Bloco 02:

30 perguntas sobre direito tributário;

20 perguntas sobre direito administrativo e constitucional;

30 perguntas sobre contabilidade.

-Bloco 03:

40 perguntas sobre legislação tributária estadual do Rio Grande do Sul;

40 perguntas sobre auditoria contábil e fiscal.

A remuneração era em torno de R$ 19.000,00. É importante consultar o edital e refazer a prova de 2014 para dar início à preparação do certame de 2018 da Sefaz/RS. Para outras informações acesse: www.fazenda.rs.gov.br/. Boa sorte!

Isabela Castro.

Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *