Concurso Secretaria de Educação de SP 2018 – Agente Escolar

Seleção ofertará mais de 1.400 vagas co, salários de até R$ 1.142.

Já foi confirmada a banca organizadora para o concurso público da Secretaria Estadual de Educação de São Paulo, sendo que a CKM Serviços é que terá toda a responsabilidade sob o certamente, que estará oferecendo 1.495 vagas para o cargo de Agente de Organização Escolar. Nesta última sexta-feira, dia 11, a homologação do processo foi confirmada e publicada, sendo assim, os interessados já podem se preparar para as inscrições, porém, ainda faltam algumas etapas, por exemplo, é preciso realizar a assinatura do contrato que reconhece a CKM como a empresa prestadora do serviço, mas isto deverá ocorrer na próxima semana, pois o tempo é curto, já que o órgão pretende disponibilizar o edital até o final deste mês.

De acordo com a licitação para o concurso de Agente de Organização Escolar, assim que a assinatura do contrato, for registrada e será dado um prazo de 3 dias para que o programa possa ser feito e apresentado para que assim o edital possa ser finalizado, já que deve contar todas as informações para os candidatos. Concluída esta etapa, serão mais 2 dias para que o documento seja disponibilizado e os interessados terão 30 dias para se inscreverem, porém, quando antes de registrar o cadastro, melhor. Se tudo acontecer tendo do que está sendo prevista, as provas objetivas estarão sendo aplicadas em agosto, mas ainda não há nenhuma data definida.

Entre os requisitos para ocupar o cargo de Agente de Organização Escolar é preciso já ter concluído o ensino médio, além de ter bons conhecimentos de informática, ao menos o básico. A jornada de trabalho é de 40 horas semanais e a remuneração é de R$ 1.142,64. O salário é de R$ 1.005,79 e tem o abono para complementar, que é de R$ 136,85.

Os candidatos selecionados terão que promover atividades relacionadas à organização escolar, além de executar ações em conjunto com a secretaria escolar, envolvendo também os alunos e até a comunidade como um todo, tudo irá depender das necessidades da unidade onde estará atuando.

Prova Objetiva



Tudo leva a crer que a prova objetiva será composta por 80 questões objetivas, sendo que cada uma terá 5 alternativas para que os candidatos possam escolher. Serão 4 horas para que os candidatos possam responder todas as questões e o conteúdo da prova estará relacionado sobre o perfil do cargo. Os gabaritos deverão ser disponibilizados um dia após a prova e os interessados terão até 3 dias par apresentar algum recurso. Serao 5 dias para analisar todos os recursos oferecidos, depois são 20 dias para que a lista com os nomes dos aprovados sejam divulgada. O resultado final será divulgado em no máximo 45 dias e a homologação do concurso será em novembro.

Esse concurso tem validade de 2 anos, podendo ser prorrogado por igual período uma só vez. A expectativa é que este concurso receba cerca de 180 mil inscrições, sendo assim, é bom já ir se preparando desde agora, fazendo uma revisão geral, afinal a concorrência será muito grande.

Apesar do edital não ter sido divulgado ainda, já é possível ir estudando para este concurso, é só analisar o último certamente que foi em 2012. Naquela ocasião foram mais de 200 mil inscrições, sendo que eram/ 9.932 vagas oferecidas. A Fundação Vunesp foi quem ficou responsável pela organização do concurso, sendo que a prova objetiva também foi de 80 questões de conhecimentos gerais e específicos. As questões de conhecimentos gerais exigiram conhecimentos em matemática, língua portuguesa, informática e teve ainda as questões sobre legislação. Em português, caíram questões sobre sinônimos, anônimos, interpretar texto, ortografia, acentuação, substantivo e até adjetivo. Em matemática, as questões envolveram números fracionários, inteiros, decimais, equações, porcentagem, juros, estatística, medidas, entre outros.

Por Russel



Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *