Novo Concurso Público da Marinha 2018 – Vagas no Colégio Naval

Seleção oferece 190 vagas.

A Marinha do Brasil fez um anúncio recente sobre o edital que saiu do seu novo concurso público, que tem a intenção de admitir jovens que têm o desejo de cursar o ensino médio, bem como obter treinamento militar e naval.

Segundo os tópicos que foram abordados no edital, no total, estarão disponíveis aproximadamente 190 vagas para estudantes no Colégio Naval, que está localizado no município de Angra dos Reis, Estado do Rio de Janeiro.

Outro ponto que foi abordado no edital foi os pré-requisitos que são exigidos para aqueles que desejam realizar as suas inscrições. Então, para começar, estão aptos a se inscreverem jovens, do sexo masculino, com idades que variam dos 15 até os 17 anos de idade, que sejam solteiros perante a lei e que tenham terminado o ensino fundamental, até o primeiro dia de janeiro de 2019.

Dessa forma, se o leitor tem interesse em realizar as etapas de seleção do concurso público ou sabe de alguém que compartilha dessa vontade e se encaixa nos pré-requisitos que foram exigidos, as informações a seguir podem vir de auxílio.

Sabe-se que muitos jovens que se inscrevem para esse concurso, na maioria das vezes, têm sonhos e ideais em comum, isto é, desde a infância, seja por incentivo dos pais ou de parentes próximos, demonstram interesse em se aliar em um dos pilares da segurança brasileira: Exército, Marinha e Aeronáutica e servir ao Brasil, tanto por um espírito patriota, quanto pela idealização de status social e pelas oportunidades que são dadas aos estudantes para que possam subir de função dentro da Marinha.

Sendo assim, após o processo de aprovação, ao longo dos três anos seguintes, os estudantes que frequentam o Colégio Naval estudam as matérias do ensino médio, com ótimos professores e materiais de qualidade, tudo isso, de forma gratuita. Somado a isso, eles também contam com uniformes, alimentação e atendimento médico, odontológico e psicológico por conta da escola. Por fim, ainda podem contar com uma bolsa-auxílio de aproximadamente R$ 990, ou seja, pouco mais de um salário mínimo.



O Colégio Naval carrega consigo uma responsabilidade muito séria de capacitar e treinar esses jovens que se oferecem como mão propulsora para manter a segurança do Brasil. Dessa forma, durante o ensino médio eles vivenciam a experiência de ser adolescentes normais, ao mesmo tempo que recebem treinamento para se tornarem militares.

Após a conclusão do ensino médio, eles são enviados para a Escola Naval, lugar onde esses jovens recebem formação superior para tornarem-se oficiais da Marinha.

Então, aqueles que tiverem interesse em participar do concurso público devem ficar atentos ao calendário, pois as inscrições têm início no dia 12 deste mês e terminam apenas no dia 20 do mês de março. Sendo assim, o interessado possui duas maneiras de se inscrever; a primeira, de forma online, por meio do seguinte site: www.ingressonamarinha.mar.mil.br ou então, procurando um posto de atendimento da Marinha do Brasil, que esteja mais próximo. Além disso, para validar a inscrição o candidato precisa pagar cerca de R$ 100, a fim de quitar a taxa de inscrição.

Até agora, não se sabe quando deve acontecer a primeira etapa de avaliação, que é composta por redação e prova objetiva. Dessa forma, o candidato precisa possuir pleno domínio em matérias de gramática, linguagens ( português e inglês), matemática, biologia, química e física (classificadas como ciências naturais), matemática, redação e outras matérias como história, geografia, filosofia e sociologia ( classificadas como estudos sociais).

Dessa maneira, assim que sair os resultados dessa primeira etapa, logo a seguir, os aprovados serão chamados nos meses de novembro e dezembro para serem prestados a outros tipos de avaliação, isto é, testes de análise médica e psicológica e testes de educação física, que sirvam para comprovar a aptidão física do candidato analisado.

É bom chamar a atenção do candidato que deseja realizar o certame para o seguinte fato: é preciso dedicar-se aos estudos. No entanto, a aprovação não se conquista apenas obtendo conhecimento dos livros. Isso porque, como já foi mencionado anteriormente, o candidato passa por testes psicológicos e de aptidão física. Dessa forma, é necessário priorizar acima de tudo o bem estar social, por meio de uma rotina com horários bem distribuídos entre estudos, exercícios físicos e claro, diversão, algo que não pode faltar na vida dos jovens.

Ana Paula Oliveira Coimbra



Compartilhar:


Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *