Hodiernamente, é muito comum encontrarmos concurseiros pelos cantos do Brasil. No entanto, levar uma vida de estudos intensos não é tão fácil quanto parece. Desta forma, vamos abordar neste artigo algumas dicas que os concurseiros de plantão não podem deixar de saber.

Primeiramente, estamos numa época na qual quem é servidor público consegue ter uma remuneração muito superior a do mercado se comparado à quantidade de horas a serem trabalhadas por semana. Assim, o estudante precisará de bastante tempo para se dedicar, inclusive àquelas disciplinas enfadonhas e cansativas a fim de ser aprovado.

Em seguida, caso o candidato seja um iniciante no mundo dos concursos, o recomendável é matricular-se em um cursinho preparatório para ter uma noção das principais matérias aplicadas em provas. No entanto, saiba que, o que o fará ser aprovado será a quantidade de horas em que estuda individualmente, fora das salas de aula. Depender só do professor não garante sua aprovação, é necessário que você seja persistente e fique horas sentado estudando.

Opte por fazer um plano de estudos que seja condizente com a sua realidade e cumpra-o à risca. É melhor um projeto realístico a um o qual irá sobrecarregá-lo e você não irá conseguir cumpri-lo.

As carreiras públicas estão cada vez mais atrativas e estima-se que nos dias de hoje temos 13 bilhões de brasileiros estudando para concursos e a cada ano essa quantidade sobe. Um dos fatores que mais tem levado pessoas a buscarem um cargo público é a tão sonhada estabilidade.

Após ser empossado e tornar-se servidor, tenha em mente que você representa o Estado e está ali para servir a sociedade. Ledo engano aquelas pessoas que pensam que serão aprovadas e não precisarão trabalhar. Isso é um mito o qual foi criado em tempos remotos. Nos dias de hoje os servidores estão cada vez mais qualificados e precisam se especializar para que consigam atender ao público da melhor forma possível.

Por Luciana Viturino


Por causa da crise econômica, provas de concursos públicos serão adiadas, nomeações atrasadas, vagas reduzidas e até mesmo alguns concursos serão cancelados, de acordo com o anúncio feito pelo Governo Federal.

A queda nas vendas e a diminuição da arrecadação de impostos foi um dos principais fatores para os cortes nos concursos.

O Governo pretende negociar novos concursos com cada órgão, para isso deve ter certeza da necessidade de novas contratações

O corte nos gastos abalou os concurseiros que passaram em concursos e não possuem data prevista para assumir o cargo ou para os que estão se preparando há algum tempo e não têm previsão para a data do concurso

De acordo com o Procon, a empresa organizadora deve devolver o dinheiro da taxa de inscrição, caso a prova seja adiada e o concurseiro se sinta lesado com isso e queira desistir do concurso.

Veja mais informações na reportagem do Bom dia DF:


Este vídeo do filme A Era do Gelo mostra de uma forma muito bem humorada que nada é impossível quando temos sonhos. 

Devemos acreditar em nosso potencial, com garra, determinação, perserverança, otimismo. Nunca perder o foco e seguir em frente.

As dificuldades podem ser gandes, mas não o bastante para desitirmos dos nossos sonhos, o segredo é aprender com as dificuldades e seguir em frente. 

Tenha fé que você pode conquistar o impossível. A força está dentro de vc!

Agora diga, você tem lutado para conseguir as suas nozes?


Aí vai uma motivação para muitos Concurseiros de Plantão: Elyesley Silva, morador da Ceilândia -DF, estudou sozinho, sem ajuda de cursinhos, e foi aprovado em sete concursos públicos.

Ele lançou o livro Os Sete Hábitos do Concurseiro”, que motiva o  concurseiro a adquir hábitos de estudar para Concursos Públicos. Defende que não basta querer passar num concurso, o estudante deve ter um objetivo específico, estar focado. Enfatiza que para conseguir atingir os objetivos, o concurseiro deverá se sacrificar para que isso ocorra, abrir mão de certos prazeres e, durante o período de estudos, se focar no Concurso Público.

Elyesley dá uma dica: a matéria básica para todo concurso público é o Português, sem ele você não conseguirá fazer uma boa interpretação das questões e nem elaborar uma boa redação. 

Veja a entrevista feita pela TV Globo em Brasília:





CONTINUE NAVEGANDO: