Concurso MPU 2017 – Edital em Breve



  

Seleção deverá ofertar oportunidades de nível médio e superior. Remunerações podem chegar a R$ 11 mil.

Quem deseja se tornar servidor público federal deve ficar atento a mais uma oportunidade. A previsão de publicação do edital para o Concurso do Ministério Público da União (MPU) é entre os meses de agosto a outubro de 2017.

O certame já foi autorizado e a comissão está formada desde março desse ano. Em breve deve ser divulgada a banca responsável por organizar o processo seletivo.

O MPU já informou que pretende contratar profissionais para preencher vagas de nível médio e superior. Os cargos oferecidos serão técnico administrativo e analista. A remuneração é de R$ 7.260,41 e R$ 11.345,90, respectivamente.

O último certame do órgão ocorreu em 2013. Os candidatos realizaram provas objetivas com 120 quesitos, dos quais 70 eram sobre conhecimentos específicos e 50 sobre as seguintes disciplinas: legislação aplicada ao MPU, português, conselho nacional do Ministério Público e informática.

As especialidades ofertadas para a função de técnico foram: tecnologia da informação, comunicação e saúde. Já para analista houve vagas para as seguintes especialidades: arquivologia, biblioteconomia, finanças e controle, comunicação social, planejamento e orçamento, engenharias, psicologia, entre outras.





Naquele momento, a banca organizadora foi o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE), antes conhecido como Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (CESPE/UnB). Mais de 300 mil concorrentes se inscreveram. Até o momento, mais de 4 mil candidatos receberam a convocação. O edital ainda vigente encerra sua validade no mês de agosto.

A distribuição das vagas por estado será divulgada com o edital. Mas há tradição do órgão oferecer vagas para os seguintes estados: Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Alagoas, Piauí, Pernambuco, Tocantins, Sergipe, Bahia, Amazonas, Santa Catarina, Piauí, Acre, Mato Grosso, Maranhão, Paraná, São Paulo, Pará, Rondônia, Rio de Janeiro, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal.

A jornada de trabalho corresponde a 40 horas por semana. Os aprovados, além de estabilidade após 3 anos de efetivo exercício e aprovação na avaliação de desempenho, terão direito a benefícios como auxílio alimentação, assistência pré-escolar, auxílio transporte, entre outras gratificações.

Se você quer trabalhar no maior órgão de fiscalização do Brasil, aproveite a oportunidade para estudar enquanto o edital não é lançado.

Melisse V.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *