Concurso para Escrevente do TJ-SP 2017 – Inscrições e Edital



  

Inscrições podem ser feitas até o dia 17 de maio de 2017.

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP) já publicou edital do seu concurso. Se você quer concorrer a uma das 590 vagas, fique atento ao prazo de inscrições que inicia a partir de 10 de abril (segunda-feira) e se estende até 17 de maio (quarta-feira). Nesse período, acesse o site para realizar o seu cadastro.

Os salários para quem iniciar na carreira de escrevente é de R$ 5.697, já incluídos os benefícios de auxílio saúde e auxílio alimentação. Quem tiver concluído o ensino médio pode se inscrever, mas é necessário apresentar diploma emitido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. A taxa custa R$ 68.

A banca organizadora responsável pelo certame é a Fundação Vunesp. As provas objetivas estão programadas para o dia 2 de julho (domingo). Se você sonha com a carreira pública, aproveite essa chance para conquistar o seu cargo e mudar de vida.

Os candidatos responderão, em 5 horas, 100 questões sobre as seguintes matérias: Direito Processual Penal, Informática, Direito Constitucional, Português, Direito Penal, Matemática, Direito Processual Civil, Normas da Corregedoria Geral de Justiça, Atualidades, Direito Administrativo e Raciocínio Lógico.

Os concorrentes também serão avaliados com prova prática de digitação e formatação. Os critérios de análise são conforme a ABNT 2. As datas e horários para realização dessa etapa ainda será divulgado.





A seleção visa preencher vagas na Grande São Paulo e em municípios do interior do estado. Confira as cidades com oportunidades disponíveis: Santo André, Jundiaí, Mogi Mirim, Osasco, Mauá, Rio Claro, Campinas, Carapicuíba, Rio Grande da Serra, Guarulhos, Ribeirão Pires, Várzea Paulista, Barueri, Taboão da Serra, Campo Limpo Paulista, Vila Mimosa, São Caetano do Sul, Itapecerica da Serra, Bragança Paulista, Americana, entre outras.

Algumas das responsabilidades do escrevente são: prestar atendimento ao público, dar suporte técnico e administrativo, dar andamento em processos administrativos e judiciais, conferir documentos, manter-se atualizado no que diz respeito à legislação pertinente, entre outras.

Das 590 vagas oferecidas, 38 são reservadas para profissionais com necessidades especiais e 118 para pessoas pretas ou pardas.

O TJ/SP costuma convocar muitos aprovados. Em 2015, foram oferecidas 345 vagas e houve mais de 1.200 nomeações.

Veja o edital e outras informações aqui.

Melisse V.



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *